Às vezes a gente precisa mudar, se arriscar… Seguir a voz do coração, porque por mais doloroso que seja renunciar algumas coisas, de vez em quando é preciso. De vez em quando é preciso sorrir, mesmo que por dentro só exista tristeza e entender nesse momento que muitas pessoas vão acreditar nesse sorriso, aquelas que não te conhecem, aquelas que não te amam… Mas às vezes é necessário chorar também, lembrar de tudo que aconteceu, de tudo que nos fez bem. Nem que isso tenha sido uma mensagem no celular ou um simples sorvete na praia. Aquelas coisas que agora só vão ficar na lembrança mesmo. Porque o tempo é cruel, ele não volta! 

Esse tempo, ah… Ele é tão confuso e tão desnecessário! Eu não queria ter que usar relógio, queria ver meu sobrinho crescer lentamente, para não roubar dele a parte mais bonita… Mas eu também queria que ele passasse voando, dizem que o tempo cura tudo, né!?

Não sou muito boa com as palavras, então o texto acaba por aqui!