Mel, de onde vem a sua qualidade?

Já ouviu falar de Mel orgânico? No sul do estado existe um município que está apostando nessa produção. Pedro Osório, há poucos quilômetros de Pelotas aposta em cultivar as flores e arbustos de forma orgânica para que o mel produzido pelas abelhas seja mais natural e orgânico.

Segundo o engenheiro agrônomo Evair Elerth, é muito importante que todas as culturas migrem para o orgânico, porque assim os consumidores vão passar a cada vez mais consumir alimentos livres de agrotóxicos e outros venênos.

Maria de Lourdes é cliente da feirinha da madrugada no bairro Santa Teresinha, em Pelotas, lá são comercializados vários tipos de mel – claro, escuro, para ela que consome o produto todo o mês, saber que ele é orgânico faz toda a diferença, já que há mais de dois anos deixou de consumir outros tipos de produtos de origem animal/vegetal que não fossem orgânicos.

Os apicultores porém, estão com bastante dificuldade para concretizar essa produção, já que o clima da região não está favorecendo, mas eles afirmam que não vão desistir. “O que a gente quer é que as pessoas consumam um produto de qualidade e livre de qualquer coisa que possa fazer mal, não vamos desistir.” Afirma o apicultor Luis Shneider da localidade do Matarazzo em Pedro Osório.

A Organização Mundial da Saúde alerta para a má utilização do mel, apesar de ser um bom remédio, nem sempre ele pode ser usado, e não é todo mundo que pode consumir, crianças até 1 ano não podem, por exemplo.

 

 

 

Confira a reportagem sobre o Concurso Regional do Mel em Pedro Osório

https://blogdasonhadora.wordpress.com/2016/04/07/apicultores-participam-de-concurso-regional-da-qualidade-do-mel-em-pedro-osorio/

Apicultores participam de Concurso Regional da Qualidade do Mel em Pedro Osório

Os apicultores da região sul se mobilizaram na última sexta-feira com a participação no 1° Concurso Regional de Qualidade do Mel, realizado no Ginásio de Esportes 3 de Abril, no município de Pedro Osório. O evento foi uma realização da Emater/RS-Ascar, Cooperativa do Mel de Pedro Osório (COOMELPO) e Prefeitura Municipal, reunindo produtores de mais de 18 municípios que também puderam prestigiar o 4° Concurso Municipal de Qualidade do Mel.

Este tipo de ação visa promover a integralização entre produtores de mel, e incentiva o aprimoramento na qualidade do produto. Durante os concursos municipal e regional foram mais de 30 amostras avaliadas em modalidades como aroma, sabor e aspectos visuais do mel.

O gerente regional adjunto da Emater-RS/Ascar Ronaldo Maciel explica que a cidade de Pedro Osório não é a maior produtora de mel da região mas com a COOMELPO serve de exemplo como organização da produção: “Realizar eventos como este aqui no município serve para que produtores de todas as cidades produtoras possam trocar experiências. Aqui nos temos a COOMELPO que permite que nossos apicultores sejam mais organizados e tenham mais rendimento lucrativo, o que deve servir de exemplo para outras localidades.” Aponta Maciel.

Além dos concursos, o público também participou de uma palestra com o extesionista Renato Cougo sobre comercialização e exigências do mercado.

O resultado do Concurso Regional ficou da seguinte maneira:

Mel Escuro (mel mais característico da região)

1° lugar: Elizário Gonçalvez Gil (Pedro Osório)

2°lugar: Edimilson Carvalho (Jaguarão)

3°lugar: Jorge César Moraes (Piratini)

Mel claro

1° lugar: Alceu Jorge da Silva (Santana da Boa Vista)

2°lugar: Carlos Ubiratan Martins (Jaguarão)

3°lugar: Marli Krugger (Pedro Osório)

 

4° CONCURSO MUNICIPAL:

Mel Escuro

1° lugar: Elzário Gonçalvez Gil

2°lugar: Gisele Goulart

3°lugar: Juliano Escobar

Mel claro

1° lugar: Maria de Lourdes Vellar

2°lugar: Marli Krugger

3°lugar: Oscar Krugger